Entenda os tipos de Sapatas

Todo mundo já deve ter ouvido falar sobre as famosas sapatas, mas sabia que existem tipos diferentes de classificação?

 

As sapatas são fundações superficiais e podem ser classificadas quanto ao número de cargas que recebem:

. Sapata Isolada: quando recebe apenas cargas proveniente de um pilar.

. Sapata Associada: quando recebe cargas de dois pilares, isso ocorre quando os pilares são próximos e a área das sapatas de cada um acabam se associando, assim cria-se uma sapata que receba os dois pilares.

. Sapata Corrida: quando recebe em uma linha reta mais de dois pilares ou então uma carga uniforme de uma parede, possuindo o seu comprimento maior do que as outras dimensões da sapata.

 

Existem outros tipos de classificação de sapatas como quanto ao tipo de rigidez (rígida ou flexível) ou então quanto ao ponto de aplicação da carga (centrada ou excêntrica), nesta última é muito comum quando temos uma divisa de um terreno e precisamos executar uma sapata, ela acaba gerando uma excentricidade da carga e precisa ser auxiliada por outra sapata através de uma viga de rigidez, é a famosa Sapata de Divisa, ela tem a ajuda de uma viga que distribui os esforços e garante a estabilidade da fundação, transferindo um pouco das cargas para a vizinha.

O tipo de sapata deve ser definida pelo Engenheiro responsável, através do projeto estrutural e as cargas atuando nas fundações. A fundação garante a segurança e a estabilidade da obra, prevenindo problemas que podem surgir ao longo do tempo e danificar a edificação.

 

Já ouviu falar de alguma destas sapatas? Caso tenha alguma dúvida entre em contato com a nossa equipe clicando aqui ou mande um e-mail para contato@engeplificando.com.br  que iremos te ajudar.

Vamos tirar seu projeto do papel?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *